quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Zé Caboclo

O primeiro discípulo de

mestre Vitalino

José Antonio da Silva (1921-1973), Zé Caboclo é conhecido como o primeiro discípulo de mestre Vitalino, artesão pernambucano mais famoso do estado. Filho de louçeira modelava brinquedos de barro desde criança. Foi o caminho inicial para se tornar um dos mais prestigiado “bonequeiros” de Alto do Moura. Zé Caboclo trabalhava junto com seu cunhado Manuel Eudócio, irmão de sua mulher. Há várias criações referentes ao cotidiano sertanejo atribuídas aos dois parceiros. Uma delas é a representação do olho nas figuras através de um pequeno relevo pintado de branco com um pontinho preto no meio

Nossa Senhora                                       Outras criações da dupla se refere a série “os profissionais” : dentistas, advogados, médicos, delegados, Juízes etc. Modeladas em barro que retratam situações do cotidiano sertanejo.

Dentista_Museu de Historia e Artes do Estado do RJ[1]                                        O artista criava também moringas e jarras antropomorfas, representações do Bumba-Meu-Boi, do Maracatu, santos católicos e outros temas.

Muitos de seus filhos e filhas e descendentes, continuam em atividade em Alto do Moura. Dentre eles sua filha Marliete Rodrigues da Silva, especialista em esculpir cenas típicas da região através de miniaturas.

Pesquisa de campo para a SAP    Zé Caboclo  têm peças no acervo de importantes museus e coleções particulares: Museu do Barro, também conhecido como Espaço Zé Caboclo em Caruaru-PE;  Museu do Homem do Nordeste no Recife-PE; Museu Casa do Pontal no Rio de Janeiro-RJ ; Museu do Folclore Edison Carneiro no Rio de Janeiro-RJ e Museu da Chácara do Céu (Fundação Raymundo Castro Maya) no Rio de Janeiro-RJ.

Pesquisa de campo para a SAP

s pedro[1]                                       S.Pedroa . Acervo Museu de Arte Popular  do Recife.

Casal de noivos_Museu de Historia e Artes do Estado do Rio[1]                               Casal de noivosbumaba meu boi MAP[1]          Bumba meu boi

Narla Aguiar, Comunicação Social/MinC/Portal da Cultura
Fonte: CNFCP /arteemter@gmail.com

Um comentário:

  1. olá
    amei seu blog tudo maravilhoso achei muito interessante....bjks

    ResponderExcluir